Petróleo recua depois de números sobre estoques nos EUA

Os contratos futuros do petróleo respondem com queda aos relatórios considerados surpreendentes sobre os níveis de estoques do petróleo e de seus derivados na semana passada nos EUA.Na sessão regular da New York Mercantile Exchange bolsa eletrônica dos Estados Unidos, Nymex), o contrato do petróleo cru com vencimento em novembro cai US$ 0,60 (queda de 1,20%), para US$ 49,25 o barril. Na International Petroleum Exchange (IPE), em Londres, o petróleo tipo brent para novembro cede US$ 0,77 (baixa de 1,66%), para US$ 45,68 o barril.Levantamento do Departamento de Energia mostrou que os estoques de petróleo bruto subiram 3,4 milhões de barris na semana passada, com as importações sendo retomadas após o impacto do furacão Ivan. As compras externas de petróleo bruto cresceram 1,5 milhão de barris. As importações mexicanas foram fartas e os navios vindos da Arábia Saudita entregaram petróleo em níveis típicos.Os estoques de gasolina caíram 900 mil barris, aproximadamente metade do declínio de 1,9 milhão de barris esperado pelos analistas, em razão da interrupção da atividade das refinarias. A produção de gasolina caiu 211 mil barris por dia, para 8,2 milhões de barris por dia. Mas as importações de gasolina cresceram 119 mil, atenuando a redução da produção em território norte-americano.A demanda por gasolina, por sua vez, caiu 83 mil. Os estoques de destilados - que incluem diesel e óleo de aquecimento - diminuíram 1,3 milhão de barris, praticamente confirmando a previsão dos analistas - 1,4 milhão de barris. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.