Petróleo segue ações e fecha em baixa

O contrato futuro do petróleo para entrega em junho caiu 1,41% em NY ontem, pressionado pelo declínio das bolsas americanas e pela cautela dos investidores, que decidiram vender o produto após cinco pregões consecutivos de avanço dos preços. O mercado ignorou dados que revelaram a primeira queda nos estoques de petróleo dos EUA desde fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.