Petróleo sobe com dólar fraco e alta das matérias-primas

Relatório sobre estoques nos EUA será divulgado nesta quarta, mas dificilmente romperá movimento de alta

Patricia Lara, da Agência Estado,

26 de março de 2008 | 09h51

Os contratos futuros do petróleo são negociados em alta nesta quarta-feira, 26, com o nível de suporte de US$ 100 por barril se mantendo. Segundo o analista da Petromatrix, Olivier Jakob, será necessário um relatório muito nocivo sobre estoques de petróleo nos EUA para romper o movimento de alta, enquanto o dólar se mantiver fraco e as commodities continuarem firmes. O relatório será divulgado na manhã desta quarta.  Veja também:Cronologia da crise financeira  Entenda a crise nos Estados Unidos   O sobe e desce do dólar Veja os efeitos da desvalorização do dólar Às 8h53 (de Brasília), o contrato futuro para maio subia 1,35%, para US$ 102,59 por barril, na Nymex eletrônica, enquanto o contrato para junho subia 1,19%, para US$ 102,01 por barril. Na ICE Futures Exchange, o Brent para maio era cotado a US$ 101,65 por barril, com alta de 1,04%. O contrato para junho valia US$ 101,37 por barril, com valorização de 1,01%.  Os analistas prevêem aumento de 1,7 milhão de barris nos estoques de petróleo bruto na semana passada nos EUA. O prognóstico para os estoques de gasolina é de queda de 800 mil barris, enquanto a estimativa é de redução de 1,6 milhão de barris nos estoques de destilados. O dólar era cotado em baixa de 0,70%, a 99,20 ienes, enquanto o euro subia 0,59%, a US$ 1,5727. O dólar também cedia ante moedas consideradas mais arriscadas. Segundo Jakob, o enfraquecimento do backwardation também é um ponto de pressão que precisa ser monitorado. O backwardation é, formalmente, descrito como uma situação na qual o preço de uma commodity no horizonte futuro é menor do que seu preço à vista ou o preço de contratos mais longínquos de futuros são inferiores ao de contratos mais próximos. Os refinadores, normalmente, reduzem ou, no mínimo, não aumentam seus estoques, se o mercado está em backwardation. Mas o enfraquecimento do backwardation pode estimular ampliação de estoques. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.