Petróleo sobe com sabotagem no Iraque

Os contratos futuros de petróleo são negociados em alta, impulsionados pelas notícias sobre interrupção de oferta pelo Iraque e preocupações sobre problemas de fornecimento pela Nigéria. Na International Petroleum Exchange (IPE), em Londres, os contratos futuros do petróleo brent para outubro sobem US$ 0,29 (1,01%), para US$ 29,10 o barril. No sistema eletrônico da New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos futuros de petróleo cru eram negociados em alta de US$ 0,22 (0,71%), a US$ 31,27 o barril. O principal oleoduto que leva o petróleo dos campos de Kirkuk (no Curdistão iraquiano) ao porto turco de Ceyhan sofreu uma sabotagem com uma bomba. Nessa manhã, engenheiros iraquianos e soldados norte-americanos trabalham para consertar o oleoduto. Na Nigéria, um novo confronto tribal no coração da principal região produtora de petróleo deixa preocupações sobre o fornecimento. Milícias rivais protagonizaram, domingo, uma briga nas ruas de Warri, cidade portuária no sudoeste do país. A batalha marcou o terceiro dia de confrontos armados, que deixaram 20 pessoas mortas nos dois primeiros dias. Segundo um porta-voz da Royal Dutch/Shell, o conflito não afetou as operações de suas unidades. A Total, por sua vez, adiou o plano de reiniciar as operações de extração de 7.500 barris por dia de sua única unidade na região, que está fechada desde o início de março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.