Petróleo sobe e atinge novo recorde com dólar fraco

Na Nymex, barril foi cotado a US$ 112,21; Em Londres, chega ao recorde de US$ 110,01

Reuters,

14 de abril de 2008 | 17h32

Os preços do petróleo tiveram novo recorde de fechamento nesta segunda-feira, 14, com dólar fraco, encorajando as compras da commodity em meio a uma interrupção do suprimento na Nigéria e um problema em um oleoduto nos Estados Unidos. "O foco do mercado no dólar tem aumentado e diminuído recentemente, mas estava presente novamente no mercado nesta segunda-feira", disse Tim Evans, analista da Citi Futures Perspective.   Veja também: Disparada das ações da Petrobras contém perdas da Bovespa Brasil pode ter novo reservatório gigante de petróleoNa Nymex, o contrato maio subiu US$ 1,62, ou 1,47%, a US$ 111,76 o barril, depois de ser negociado entre US$ 109,56 e  US$111,99. O fechamento desta sessão bateu o recorde anterior de US$ 110,87 atingido em 9 de abril, no mesmo dia em que o petróleo atingiu o atual recorde intradia de US$ 112,21. Em Londres, o petróleo tipo Brent avançou US$ 1,09, ou 1%, a US$ 109,84, sendo negociado entre US$ 108,09 e o recorde a US$ 110,01. O dólar recuou nesta segunda-feira, quando as preocupações com a perspectiva da economia norte-americana superaram a inquietação das nações do Grupo dos Sete com a volatilidade das moedas.  

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleorecordedólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.