Petróleo sobe e preço do barril chega a US$ 41,50

O preço do petróleo bateu novo recorde nesta sexta-feira no pregão eletrônico da Nymex. Às 11h20, a cotação estava em US$ 41,30, em alta de 0,53% em relação ao fechamento de ontem, e já havia chegado ao patamar de US$ 41,50. As seguidas altas do petróleo impõem cautela aos investidores. Isso porque o preço do petróleo tem impacto direto sobre a inflação, fator determinante para a política monetária no Brasil, e para os custos das empresas.A escalada do preço do petróleo sinaliza que os investidores ignoraram as garantias da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de que elevaria a produção. Analistas acreditam que os preços do óleo continuarão pressionados, pelo menos no curto prazo. Segundo analistas, a forte demanda nos Estados Unidos, China e Índia, entre outros países, os estoques baixos e as incertezas geopolíticas no Oriente Médio poderão inclusive fazer com que os preços da commodity subam ainda mais. O analista para o setor de energia do Deutsche Bank, Adam Sieminski, disse ao correspondente João Caminoto, da Agência Estado, que ?neste momento ninguém arrisca dizer qual será o teto para os preços?, embora ele não acredite que este patamar elevado será sustentável por muito tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.