Petróleo tem leve alta com instabilidade no Iraque

Os contratos futuros do petróleo são negociados em alta moderada, revertendo a queda do início do dia quando notícias de que o Iraque retomou a distribuição de petróleo por um importante terminal no sul levaram os investidores a manterem as vendas. Mas representantes da South Oil informaram à agência Dow Jones, posteriormente, que o principal oleoduto do sul do país continuava fechado e que equipes técnicas estavam trabalhando para melhorar as condições de segurança. Segundo essas fontes, o oleoduto não será reaberto totalmente antes da meia noite de hoje no horário local. O oleoduto que passa pelo sul do país foi fechado há duas semanas, como medida de precaução após ameaças dos seguidores do clérigo xiíta Muqtada al-Sadr. Eles ameaçaram explodir o oleoduto se as forças norte-americanas não interromperem os ataques à mesquita do Imã Ali, em Najaf, onde as milícias aliadas a Al-Sadr estão entrincheiradas. Nessa manhã, as forças norte-americanas ampliaram os ataques a militantes que tentavam se refugiar na mesquita. Nas transações eletrônicas da Nymex, o contrato futuro do petróleo cru para outubro sobe US$ 0,14 (0,30%), para US$ 46,86 o barril, após ter caído a US$ 46,61 mais cedo. Na International Petroleum Exchange, o brent sobe 0,11%, para US$ 43,59 o barril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.