Petróleo tem perda acentuada com cúpula

O pessimismo em relação à reunião de cúpula da União Europeia pressionou as commodities e os ativos de maior risco ontem. Investidores temem que o encontro de líderes, que termina hoje, não resulte em nenhuma medida efetiva para fazer frente à prolongada crise na zona do euro. Os contratos futuros de petróleo foram afetados por essa incerteza. Enquanto a commodity negociada em Nova York para entrega em agosto caiu 3,14%, para US$ 77,69 por barril, menor nível desde 4 de outubro, o Brent cedeu 2,29%, fechando em US$ 91,36 por barril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.