coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Petropar muda de nome e passa a se chamar Évora

A Petropar, holding brasileira que controla empresas fornecedora de bens intermediários para indústria de consumo, anunciou a mudança de nome para Évora, nesta terça-feira, 30, em Porto Alegre. Executivos explicaram que o nome não representava mais os atributos que caracterizam a empresa, que se originou de uma reestruturação societária do Grupo Olvebra, em 1988, com ativos da área de petroquímica e de plásticos. O novo nome está associado às palavras "evolução" e "valor".

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

30 de abril de 2013 | 20h44

A Évora mantém o controle total da Fitesa, produtora de não-tecidos de polipropileno usados em fraldas descartáveis e absorventes higiênicos; da América Tampas, fabricante de tampas plásticas para embalagens de bebidas e produtos de higiene pessoal, limpeza e alimentos; e da Petropar Agroflorestal, voltada às atividades econômicas de florestamento. A holding também participa de uma joint-venture com a norte-americana Crown Holdings na Crown Embalagens, fabricante de latas de alumínio para bebidas.

Tudo o que sabemos sobre:
PetropornomemudançaÉvora

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.