coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

PF combate golpe da casa própria

A Polícia Federal (PF) apertou o cerco às quadrilhas que aplicam o chamado golpe da casa própria. Agentes da Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros, da PF em São Paulo, apreenderam documentos e computadores da empresa Right Place Construções e Intermediações de Negócios, acusada de aplicar esse tipo de golpe em todo o País. A empresa se utilizava até de publicidade em emissoras de televisão, rádio e jornais populares para atrair candidatos à compra da casa própria com a promessa de facilidades no financiamento para aquisição de casas e terrenos , mas que nunca era cumprida. O golpe consistia na cobrança antecipada de uma taxa de administração correspondente a 4% do valor financiado.Os responsáveis conseguiram fugir do flagrante, mas a PF deverá requisitar a expedição de mandados de prisão preventiva pela Justiça. Entre os golpistas, está o casal Sérgio Luiz Silva dos Santos, de 39 anos, e Fátima Picolini Fernandes, de 25, que segundo agentes seriam os donos da empresa. "Se até amanhã (quarta-feira), eles não se apresentarem voluntariamente, serão considerados foragidos", disse o delegado Carlos Eduardo Pellegrini, responsável pelo caso.A quadrilha vinha atuando desde 2003 e a PF estima que o esquema tenha movimentado mais de R$ 2 milhões. Com sede na rua Tijuco Preto, 322, no bairro do Tatuapé, zona Leste de São Paulo, a Right Place não possui autorização do Banco Central para atuar como instituição financeira. Os proprietários e corretores da empresa investigada responderão a inquérito policial pelos crimes de estelionato e falsidade documental, além de apropriação de valores agindo como instituição financeira sem autorização do BC.

Agencia Estado,

29 de agosto de 2006 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.