PF faz operação contra fraude de cooperativas em Minas

Empresas são acusadas de adicionar substâncias impróprias ao leite para elevar sua quantidade e validade

22 de outubro de 2007 | 09h30

A Polícia Federal realiza nesta segunda-feira, 22, uma ação contra duas cooperativas de laticínios de Minas Gerais, acusadas de fraudar a produção do leite longa vida integral com substâncias que tornam impróprio o consumo humano do produto. A operação conta com o apoio do Ministério Público Federal de Passos e Uberaba, e do Ministério Público do Estado.   A Cooperativa dos Produtores de Leite do Vale do Rio Grande (Coopervale) e Cooperativa Agropecuária do Sudoeste Mineiro (Casmil) são acusadas de adicionar substâncias não permitidas ou acima da dosagem permitida por lei ao leite longa vida integral, de acordo com laudo emitido por laboratório vinculado ao Ministério da Agricultura.   A intenção dos fraudadores era elevar a quantidade do produto e aumentar o período de manutenção e acondicionamento sem que ele se deteriorasse. O leite adulterado era revendido pelas cooperativas para empresas como Calu e Parmalat, entre outras, que comercializavam o produto em embalagens próprias em todo o País.   Cerca de 200 policiais federais, auxiliados por servidores do Ministério da Agricultura, vão cumprir 25 mandados de prisão e 22 de busca e apreensão nas cidades de Uberaba e Passos, como parte da operação, batizada de Ouro Branco.   Segundo a PF, entre os detidos estão dirigentes e empregados das Cooperativas envolvidas, bem como um servidor do Serviço de Inspeção Federal (SIF)do Ministério da Agricultura, responsável pela fiscalização da produção de leite e seus derivados.   As equipes de policiais federais também estão recolhendo amostras de leite longa vida integral em todo o País, já que, segundo as apurações, a fraude atinge dimensão nacional, envolvendo empresas de diversos Estados da federação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.