PF fecha casas de câmbio ilegais em quatro Estados

A Polícia Federal fechou nesta terça-feira, 27, casas de câmbio que operam sem autorização do Banco Central no Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e São Paulo. A ação faz parte da Operação Testamento, lançada pela PF com o objetivo de desarticular uma quadrilha acusada de crimes contra o sistema financeiro nacional, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e câmbio ilegal.A PF cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão em casas de câmbio, residências e empresas nos quatro Estados. Os membros da quadrilha são acusados de utilizar lojas de informática para justificar as operações internacionais de câmbio. As empresas realizam importação de produtos de informática e deixam de declarar à Receita Federal todo o produto adquirido. Essas notas de compra são utilizadas para justificar operações ilegais de câmbio. O esquema impulsiona a sonegação fiscal e a evasão de divisas.As casas de câmbio ainda são investigadas por realizar operações de câmbio de grande quantidade de dinheiro, utilizando o chamado "dólar cabo". Para driblar a fiscalização dos bancos, os clientes realizam depósitos divididos em várias contas aqui no Brasil, que correspondem às contas de um operador no exterior.Esse tipo de transação funciona como um esquema de crédito-débito automático entre contas de laranjas em países diferentes. Dessa forma, consegue mascarar o envio de milhares de reais ao exterior, pois as movimentações acima de R$ 10 mil devem ser informadas pelos bancos ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.