PF prende 10 pessoas em fraude do INSS em SC

Dez pessoas foram presas esta manhã durante a operação da Polícia Federal em Santa Catarina, que desmontou uma quadrilha que cometia fraudes em uma agência da Previdência Social, em Tijucas. A operação contou com 200 policiais federais e técnicos da Previdência, com o apoio do Ministério Público Federal, que visava cumprir 18 mandados de busca e apreensão e dez mandados de prisão.Segundo a PF, foram cumpridas uma prisão preventiva e nove temporárias. Entre os presos estão um funcionário do posto do INSS em Tijucas, o superintendente do Porto de Itajaí e o presidente do sindicato dos motoristas de Itajaí. O INSS vinha detectando irregularidades nessa agência desde 2005, com uma fraude estimada em R$ 6 milhões aos cofres públicos.De acordo com a PF, a quadrilha fraudava aposentadorias através de processo virtuais, beneficiando alguns aposentados. Eles atuavam principalmente na concessão de benefícios de aposentadoria por tempo de contribuição, pensão por morte e aposentadoria por idade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.