PF prende 20 em operação contra crimes financeiros

A Polícia Federal prendeu 20 pessoas durante a operação Kaspar II, hoje de manhã, em três Estados, com o objetivo de desarticular esquema organizado por instituições financeiras suíças dedicado à prática de crimes de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Foram cumpridos 20 mandados de prisão e 44 ordens de busca e apreensão.Após um ano e meio de investigações, cerca de 280 policiais federais realizam diligências hoje em São Paulo, Bahia e Amazonas para coibir um esquema criminoso em que bancos abriam contas numeradas e codificadas para as quais clientes brasileiros enviavam dinheiro sem origem comprovada utilizando-se da intermediação de doleiros (modalidade dólar cabo).Essas contas numeradas dificultam a identificação de seus titulares pelas autoridades brasileiras. Alguns investigados utilizavam-se dos doleiros para o pagamento de fornecedores no exterior, em muitos casos, em razão do subfaturamento de importações.UBSUm funcionário do banco suíço UBS preso esta manhã na operação Kaspar II da Polícia Federal não atua na unidade brasileira da instituição, segundo informações extra-oficiais. A PF deve se manifestar apenas à tarde sobre a operação, que visa prender responsáveis por movimentar grandes volumes de dólares de forma irregular, sem declaração na Receita Federal do Brasil. Procurada pela Agência Estado, a assessoria do UBS Pactual, responsável pelas operações do banco na América Latina, informou que divulgará comunicado sobre o assunto, mas por enquanto não dispõe de mais informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.