Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

PF prende 7 por fraudar seguro-desemprego em MG

Entre os presos estão dois funcionários do Ministério do Trabalho e cinco contadores, segundo a PF

Solange Spigliatti, do www.estadao.com.br,

01 de abril de 2008 | 09h38

Sete pessoas foram presas na manhã desta terça-feira, 1º, durante a operação Pleno Emprego, da Polícia Federal, desencadeada em Uberlândia, Minas Gerais. Segundo o delegado Marinho Silva Rezende, a operação tem o objetivo de desarticular uma quadrilha que fraudava o seguro-desemprego. As investigações começaram há três meses. Entre os presos, segundo o delegado, estão dois funcionários do Ministério do Trabalho, que facilitavam a inserção de dados falsos no sistema do seguro-desemprego, e cinco contadores.  De acordo com ele, a quadrilha criava vínculos falsos de emprego e modificava salários de trabalhadores para conseguir o valor máximo do benefício.  O prejuízo aos cofres públicos, nos últimos cinco anos, podem chegar a R$ 18 milhões, segundo o delegado. Além dos sete mandados de prisão, cerca de 60 agentes cumprem também seis mandados de busca. Foram apreendidos até as 9 horas, computadores e vários documentos que comprovam a fraude.

Tudo o que sabemos sobre:
PFSeguro-desemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.