finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

PF prende suspeitos de desviar R$ 2 milhões por internet banking

Quadrilha oferecia 'serviços' de pagamento de boletos bancários pela internet para roubar dados e senhas dos correntistas

, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2014 | 13h07

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira, 29, a Operação IB2K, para desarticular uma organização criminosa que desviou R$ 2 milhões de contas de clientes por internet banking. O furto afetou correntistas da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e outras instituições bancárias privadas, principalmente no Distrito Federal e nos Estados de Goiás e São Paulo.

Desde o início do dia, estão sendo cumpridos 53 mandados no DF e nos dois estados, sendo 8 de prisão preventiva, 10 de prisão temporária e 35 de busca e apreensão.

A organização criminosa oferecia “serviços” via internet para pagamento de boletos bancários mediante cobrança de apenas 50% a 60% do valor do título. A quadrilha enviava milhares de mensagens eletrônicas pela internet, prática conhecida como spam. As mensagens continham links para páginas falsas que, ao serem acessadas, levavam as vítimas a fornecerem seus dados bancários e respectivas senhas de acesso. Foram averiguadas ainda fraudes por meio de recarga de telefones celulares e transferências bancárias para contas de “laranjas”.

As investigações apontaram que os membros da quadrilha utilizavam o dinheiro furtado com viagens, realização de festas grandiosas, instalação de aparelhos de som de grande porte em veículos e a aquisição de armas e drogas.

Os investigados responderão pelos crimes de furto qualificado mediante fraude, participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Tudo o que sabemos sobre:
polícia federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.