PF solicitou prisão de Dantas com base em novos dados

A Polícia Federal cumpriu nesta tarde ordem de prisão preventiva expedida pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo contra o sócio-fundador do banco Opportunity, Daniel Dantas. A ordem de prisão preventiva foi solicitada pela própria PF em São Paulo, em razão de documentos encontrados nas buscas realizadas na última terça-feira e a oitiva de uma testemunha que fortaleceu a suposta ligação entre o preso e a prática do crime de corrupção (suborno) contra um policial federal que participava das investigações.De acordo com as informações da PF, a prisão ocorreu em um escritório situado na Capital. Dantas deve chegar a qualquer momento à carceragem da PF em São Paulo. Ele está sendo investigado pela Operação Satiagraha e é apontado pela PF como líder de uma organização supostamente envolvida com desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.