PFL defende Palocci, mas acusa o governo de ser frágil

O líder do PFL na Câmara, deputado José Carlos Aleluia (BA) defendeu hoje a atuação do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, mas considerou frágil a postura do governo em relação aos chamados movimentos sociais. Para ele a política econômica de Palocci "é um ponto forte do governo".Sobre o boato que circulou hoje de que Palocci poderia sair do governo, Aleluia disse o "o boato só florece porque há fragilidades no governo". O líder do PFL disse as fragilidades do governo "não são decorrentes da fragilidade do ministro Palocci - a qual não existe -, mas que são decorrentes da inconsistência do governo na abordagem dos movimentos sociais". No entender do pefelista, "não há consistência da parte do governo, por exemplo, em relação às regras para manutenção do Estado de direito".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.