Phone Broker: ações por telefone

Cresce o número de corretoras que estão começando a oferecer aos seus clientes a possibilidade de comprar e vender ações por telefone automaticamente. O serviço, chamado de Phone Broker, complementa o atendimento via Internet e permite manter o cliente em contato com o mercado, pelo celular, mesmo quando está longe do terminal ou em outra atividade."Temos hoje uma média de 150 consultas pelo sistema telefônico", diz Paulo Prado, gerente da área de Internet da Corretora Socopa, que desenvolveu e colocou em operação um sistema próprio de negociação em maio. Uma das vantagens é atingir um público mais amplo, que não tem acesso fácil a terminais ou está longe dos grandes centros. Além da Socopa, outras duas corretoras, a Novação e a Souza Barros, já estão oferecendo o serviço aos seus clientes. Outras seis corretoras encontram-se em processo final de instalação do sistema e mais 11 estão começando a instalá-lo, afirma Andrés Rueda, diretor da Uranet Projetos e Sistemas, empresa que fornece uma versão do serviço. O sistema, diz, interage com o home broker, serviço de negociação eletrônica da Bolsa de Valores de São Paulo.Vantagens e desvantagensCom o sistema por telefone, o cliente pode ligar para o serviço e pedir saldos de suas aplicações, cotações e dados do mercado. Ao digitar uma senha, ele tem acesso à parte de negociação, que permite que ele, ao digitar o código da ação - fornecido pela corretora -, compre ou venda um papel a determinado preço. O sistema manda a ordem para a Bovespa e, no momento que o preço desejado é atingido, fecha o negócio e liga de volta para o cliente, confirmando a operação. Tudo automaticamente, sem interferência de operadores."O serviço é complementar à Internet e amplia os serviços com saldos, posições, cotações e recomendações de negociação que já oferecemos", afirma Renata Rizkallah, diretora da Corretora Novação, que começou a oferecer o sistema neste mês. A grande vantagem, diz Renata, é a possibilidade de o cliente ficar em contato com o mercado o tempo todo. Outra vantagem é que o atendimento automático reduz os custos, e permite à corretora ampliar sua clientela.A única dificuldade no sistema é que o cliente precisa ter uma lista com os códigos das ações para fazer negócios. Esse problema, porém, poderá ser resolvido nos próximos meses, com um sistema de reconhecimento de voz que identificará as ações ao se pronunciar o nome da empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.