PIB americano cresce 1,3% no segundo trimestre

A economia norte-americana cresceu 1,3% no segundo trimestre, mais do que o previsto anteriormente pelo Departamento do Comércio, de 1,1%. No primeiro trimestre, o PIB registrou expansão de 5%. A revisão final do PIB superou as estimativas dos economistas, que esperavam manutenção da expansão de 1,1% avaliada anteriormente.O relatório mostrou que os gastos com consumo diminuíram e que os investimentos das empresas permaneceram fracos. As importações e a retração nas construções fora do setor residencial prejudicaram o desempenho do PIB, disse o Departamento do Comércio.Os gastos com consumo, avaliado pelos gastos com consumo pessoal, subiram 1,8% no segundo trimestre, de acordo com a revisão final, abaixo da alta de 1,9% prevista antes. No primeiro trimestre, os gastos com consumo cresceram 3,1%. Os investimentos das empresas caíram 2,4% no segundo trimestre, inferior a retração de 2,6% da primeira revisão do PIB.Os investimentos têm recuado nos últimos sete trimestres. Os investimentos em softwares e equipamentos subiram pela terceira vez em dois anos, tendo subido 3,3% no segundo trimestre (+3,1% no relatório anterior). As importações subiram 22,2% no segundo trimestre (+22,8% anteriormente) e as exportações avançaram 14,3% (12,3% no levantamento anterior).O índice de preços para gastos com consumo pessoal, avaliação monitorada pelo Fed, subiu 2,7% no segundo trimestre, acima da alta de 2,5% prevista anteriormente. No primeiro trimestre, o índice subiu 1,1%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.