PIB da Argentina cresce 8,4% ao ano no 1º trimestre

O crescimento econômico da Argentina esfriou no primeiro trimestre de 2008, para uma expansão de 8,4% ao ano e de 0,6% em comparação com o quarto trimestre do ano passado, segundo informou a agência nacional de estatística (Indec). O resultado anual ficou abaixo da mediana das expectativas dos economistas, que era de 8,8%, segundo a pesquisa mensal do banco central argentino. O crescimento econômico começou a desacelerar durante o mês de março, quando uma greve de três semanas - que se transformou agora em uma crise de três meses com o setor agrícola - reduziu a produção da indústria de alimentos. O agravamento da crise entre governo e produtores rurais desde então tem levado muitos economistas a revisarem em baixa suas perspectivas para o crescimento econômico da Argentina para este ano. Espera-se uma desaceleração do crescimento depois de cinco anos seguidos de expansão acima de 8,5%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.