EFE/David Fernández
EFE/David Fernández

PIB da Argentina recua 3,4% no segundo trimestre ante mesmo período de 2015

Na comparação com o primeiro trimestre de 2016, a economia argentina verificou uma queda de 2,1%

Matheus Maderal, O Estado de S.Paulo

22 Setembro 2016 | 20h19

 SÃO PAULO - O Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina recuou 3,4% no segundo trimestre ante o mesmo período do ano passado, de acordo com uma estimativa provisória divulgada pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec), nesta quinta-feira. Na comparação com o primeiro trimestre de 2016, a economia argentina verificou uma queda de 2,1% no período de abril a junho deste ano, em números sazonalmente ajustados.

Em seu comunicado, o Indec afirma que "a evolução macroeconômica do segundo trimestre de 2016 determinou, segundo as estimativas provisórias, um recuo de 1,2% da oferta global - medida a preços de 2004 - devido à queda de 3,4% do PIB e a um aumento de 8,7% das importações de bens e serviços reais".

Na demanda global, observou-se uma variação de -1,9% nas exportações de bens e serviços reais e uma queda de 4,9% na formação bruta de capital fixo, ainda de acordo com números oficiais. O consumo público registrou uma queda de 2,0%, enquanto o consumo privado caiu 0,1%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.