Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

PIB da China deve superar 9% em 2011, diz pesquisador do governo

Para Zhongyuan, ‘a preocupação sobre um pouso econômico forçado é desnecessária’ 

Gabriel Bueno, da Agência Estado,

28 de setembro de 2011 | 12h08

PEQUIM - A desaceleração no crescimento econômico da China é apenas de curto prazo e o crescimento para todo o ano ainda deve superar os 9%, disse um pesquisador do governo à rádio estatal nesta quarta-feira. "A preocupação sobre um pouso econômico forçado é desnecessária", disse Lu Zhongyuan, vice-diretor do Centro de Pesquisa do Conselho de Desenvolvimento Estatal.

A China revisou este mês suas previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 para 10,4%, de uma estimativa anterior de 10,3%. O PIB do segundo trimestre do país subiu 9,5%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. No primeiro trimestre, o PIB cresceu 9,7% este ano.

Além disso, Lu disse que a China deve crescer a um ritmo menor nos próximos cinco anos, com uma média anual de 8%, informou a agência estatal Xinhua. Segundo ele, ficou mais difícil para a nação asiática crescer entre 9% e 10% ao ano no longo prazo.

As "políticas de controle macroeconômico" da China devem continuar na mesma direção no ano que vem, porém precisam ser mais direcionadas e flexíveis, disse Lu. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.