PIB da Espanha recua 0,4% no 2º trimestre e agrava recessão

Leitura final do indicador também apontou queda de 1,3% da economia na comparação anual 

Ricardo Criez, da Agência Estado,

28 de agosto de 2012 | 14h49

MADRI - A recessão econômica da Espanha se aprofundou no segundo trimestre deste ano. Dados finais divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) mostraram que o Produto Interno Bruto (PIB) teve uma retração de 0,4% em relação ao primeiro trimestre, que apresentara queda de 0,3% em bases trimestrais. Na comparação com o segundo trimestre de 2011, a contração é de 1,3%.

Uma economia é considerada em recessão após dois trimestres consecutivos de contração. A leitura trimestral veio em linha com as estimativas preliminares do INE divulgadas no mês passado, mas a leitura anual foi pior do que a estimativa anterior de uma contração de 1%.

Os números que confirmam a recessão na quarta maior economia da zona do euro vêm depois de o INE informar, na segunda-feira, que a economia espanhola cresceu 0,4% no ano passado, ante uma estimativa anterior de crescimento de 0,7%. Houve uma revisão que incorporou algumas informações de pesquisas e outros dados que não estavam disponíveis anteriormente. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaPIBCriseDesemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.