PIB da Espanha supera previsões, mas cai 0,1% em 2010

A economia da Espanha teve um desempenho pior que a média da zona do euro em 2010 pela primeira vez desde que os dados conjuntos começaram a ser compilados, em 1996, e deve continuar fraca neste ano, presa nas consequências de uma bolha imobiliária que estourou.

PAUL DAY, REUTERS

16 de fevereiro de 2011 | 08h58

O Produto Interno Bruto (PIB) espanhol encolheu 0,1 por cento em 2010, resultado um pouco melhor que a contração de 0,3 por cento prevista pelo governo, mostraram dados oficiais nesta quarta-feira.

A agência de estatísticas Eurostat informou na terça-feira que o PIB da zona do euro cresceu uma média de 1,7 por cento em 2010.

A Espanha saiu da recessão após um ano e meio no primeiro trimestre de 2010, mas o aperto fiscal do governo para reduzir o déficit público e a baixa confiança do consumidor mantiveram o PIB praticamente estagnado no resto do ano.

O PIB cresceu 0,2 por cento no quarto trimestre sobre o período anterior, após ficar estável no terceiro trimestre. Em termos anuais, a economia cresceu 0,6 por cento no quarto trimestre, como o esperado por economistas.

O governo espanhol disse que deixará o déficit em 3 por cento do PIB, de acordo com o limite da União Europeia, até 2013, mas isso depende de um crescimento econômico de 2,5 por cento em 2012 e 2,7 por cento em 2013.

O crédito barato fez a economia da Espanha avançar, inflando uma enorme bolha imobiliária e gerando entusiasmo no consumidor para gastar, mas a crise de dívida deixou o país com dificuldades para encontrar um novo motor de crescimento.

A expansão relativamente saudável de outros países ajudou o setor de exportação espanhol e impediu que a economia voltasse da recessão, mas os consumidores precisam de uma confiança maior para colocar o crescimento em um caminho mais sustentável.

O desemprego na Espanha é mais que o dobro da média da UE, ficando em 20,3 por cento no quarto trimestre, e o governo não vê geração de postos de trabalho até o segundo semestre de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROESPANHAPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.