PIB da França se contrai 0,3%

A primeira queda dos gastos dos consumidores franceses em sete anos provocou uma contração do Produto Interno Bruto do país no segundo trimestre. De acordo com dados do Instituto de Estatísticas (Insee), o PIB francês registrou uma contração de 0,3% no segundo trimestre, na comparação com os três meses imediatamente anteriores. Além disso, o dado do primeiro trimestre foi revisado em baixa e mostrou que a economia francesa encolheu 0,3%, ante a retração de 0,2% estimada anteriormente. O dado do segundo trimestre surpreendeu analistas, que mantinham a previsão de que o PIB ficaria inalterado. Os gastos dos consumidores, que respondem por mais da metade do PIB francês, diminuíram 0,2% no segundo trimestre, o que representou a primeira queda desde o quarto trimestre de 1996. Os investimentos caíram 0,2%, enquanto as exportações recuaram 0,6%. Os dados divulgados hoje prejudicam ainda mais a economia francesa, que tenta crescer dentro da meta do Insee, que prevê expansão de 0,8% do PIB para 2003. Ao fazer essa estimativa em junho, o Insee previa crescimento de 0,1% no segundo trimestre. O desempenho do PIB francês ficou abaixo da média da zona do euro. Na semana passada, a União Européia estimou que o PIB da região ficou inalterado no segundo trimestre. Além dos dados ruins da França, a Alemanha e a Itália também anunciaram contrações de suas economias no segundo trimestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.