PIB da Tailândia contrai 0,6% no primeiro trimestre

A economia da Tailândia contraiu a um ritmo mais forte no primeiro trimestre do que o projetado por economistas, devido principalmente à crise política, que limitou os investimentos do governo e afetou a demanda dos consumidores e dos empresários.

AE, Agencia Estado

19 de maio de 2014 | 01h01

De janeiro a março, o Produto Interno Bruto (PIB) contraiu 0,6%, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Departamento da Economia Nacional e do Desenvolvimento Social. Economistas consultados pelo Wall Street Journal projetavam, em média, uma retração de 0,22%.

"A contração da economia tailandesa no primeiro trimestre se deve principalmente à contração na demanda doméstica", disse a agência responsável pelos números, em comunicado. O texto também cita um desembolso menor que o previsto pelo governo e ressalta que as exportações não foram suficientes para compensar a redução na demanda doméstica.

Após a Corte Constitucional da Tailândia ordenar no início deste mês a retirada da ex-primeira-ministra Yingluck Shinawatra, manifestantes contrários ao governo interino querem a implantação de um governo não eleito.

A agência também cortou a projeção para o PIB deste ano, de um crescimento de 3,0% a 4,0% para um de 1,5% a 2,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândiapib

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.