finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

PIB da zona do euro cai 0,1% no segundo trimestre

A Agência de Estatísticas da União Européia (Eurostat) revisou em baixa o dado sobre crescimento do PIB na zona do euro no segundo trimestre, informando que a economia da região se contraiu 0,1% no período, na comparação com o primeiro trimestre. Ante o segundo trimestre de 2002, a economia cresceu 0,2%. Na primeira estimativa publicada no mês passado, a Eurostat tinha informado que o PIB tinha ficado estável no segundo trimestre e crescido 0,4% ante o mesmo período de 2002. A revisão em baixa dos dados não surpreendeu os economistas, que já previam esse ajuste após a França informar uma surpreendente contração de seu PIB. Simultaneamente à divulgação da nova estimativa do PIB do segundo trimestre, a Comissão da União Européia informou que a economia da zona do euro deve ficar estável ou crescer até 0,4% no terceiro trimestre. Em relação ao quarto trimestre, a previsão é de crescimento de 0,2% a 0,6%. "A aceleração do crescimento prevista para o terceiro trimestre tem origem nos recentes sinais de melhora da confiança do varejo doméstico, assim como em fatores externos", informou a comissão, citando explicitamente a alta do índice de atividade dos gerentes de compra nos EUA. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.