Yann Schreiber/AFP
Yann Schreiber/AFP

PIB da zona do euro sofre contração histórica de 12,1% no 2º trimestre

Bloco registrou um tombo de 15% entre abril e junho em relação ao mesmo período do ano passado

Dow Jones Newswires

14 de agosto de 2020 | 06h25

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro encolheu 12,1% no segundo trimestre de 2020 ante os três meses anteriores em meio ao impacto da pandemia da covid-19, sofrendo a maior contração numa série histórica iniciada em 1995, de acordo com revisão divulgada nesta sexta-feira, 14, pela agência oficial de estatísticas da União Europeia, a Eurostat.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o PIB do bloco registrou um tombo de 15% entre abril e junho.

Os números vieram em linha com as expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal e confirmaram estimativas iniciais publicadas no fim de julho.

Balança comercial

As exportações da zona do euro saltaram 11,2% em junho ante maio, enquanto as importações cresceram 5,2% no período, segundo dados publicados pela Eurostat.

Os resultados marcaram o segundo mês de avanço do comércio externo da zona do euro, após quedas históricas causadas pela pandemia de coronavírus em abril. As exportações, porém, continuam 17% abaixo dos níveis de fevereiro, último mês antes de a covid-19 começar a prejudicar os fluxos comerciais do bloco.

Já o superávit da balança comercial da zona do euro aumentou de 8,6 bilhões de euros em maio para 17,1 bilhões de euros em junho, também no cálculo com ajustes sazonais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.