Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

PIB da zona do euro tem 1ª contração desde 1995

A economia da zona do euro (15 países europeus que compartilham a moeda) registrou contração no segundo trimestre deste ano, pela primeira vez desde 1995, quando os dados começaram a ser compilados. Segundo dados divulgados hoje pela agência de estatísticas Eurostat, a economia na região contraiu-se 0,2% entre abril e junho de 2008, na comparação com o trimestre anterior, mas cresceu 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Economistas esperavam retração de 0,3% do Produto Interno Bruto (PIB), em base trimestral, e expansão de 1,5%, em base anual.AlemanhaA economia da Alemanha, a maior da Europa e a terceira maior em nível mundial, apresentou contração pela primeira vez em quase quatro anos, no segundo trimestre deste ano, embora menor do que a esperada. O resultado foi provocado pela queda do consumo privado e dos investimentos em bens de capital (máquinas e equipamentos) e construção.O PIB alemão caiu 0,5% entre abril e junho de 2008, ante os primeiros três meses do ano, de acordo com dados preliminares divulgados hoje pelo Escritório Federal de Estatísticas (Destatis). Esta é mais forte queda desde o primeiro trimestre de 2003, quando a economia alemã recuou 0,5%. Em base anual, o PIB cresceu 1,7% no segundo trimestre de 2008.FrançaO PIB da França registrou contração de 0,3% no segundo trimestre deste ano em relação ao primeiro trimestre, reduzindo para 1,1% a taxa de crescimento anual, de acordo com números preliminares anunciados hoje pelo Instituto de Estatísticas Insee.O resultado foi puxado pelas quedas de 1,5% dos investimentos e de 2% das exportações no período, disse o instituto.A França, que parecia estar resistindo à desaceleração global melhor que as economias dos países vizinhos, sinaliza agora estar caminhando para recessão.EspanhaA economia da Espanha cresceu à menor taxa em 15 anos durante o segundo trimestre de 2008, em relação ao trimestre anterior, uma vez que o consumo das famílias recuou em meio ao colapso do setor de construção no país. O PIB espanhol do segundo trimestre cresceu à taxa anual de 1,8% e trimestral de 0,1%, de acordo com dados preliminares apresentados hoje pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE). PortugalA economia da Portugal cresceu 0,9% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, mesma expansão do primeiro trimestre, segundo dados preliminares do Instituto Nacional de Estatísticas (INE). Em relação ao primeiro trimestre, o PIB português cresceu 0,4%, após contração de 0,2% no primeiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.