PIB de 2004 confirma política econômica equilibrada, diz Meirelles

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou hoje que o crescimento do PIB de 5,2% em 2004 mostrou com clareza o resultado de uma política econômica equilibrada. Esta política econômica, segundo Meirelles, está baseada em uma política fiscal sólida, em uma política monetária que procura fazer com que a inflação convirja para as metas e em uma política de redução das vulnerabilidades econômicas do País.Nesse sentido, ele lembrou que o País está conseguindo compatibilizar a manutenção do superávit de conta corrente em um ambiente de crescimento da economia. "Isto é inédito no País", disse Meirelles. Nesse campo, o presidente do BC citou o fato de as exportações terem, atingido em 12 meses até fevereiro a marca de US$ 100 bilhões. Isto, segundo Meirelles, reforça os sinais de redução da vulnerabilidade externa do País.Sobre a queda dos investimentos ocorrida no quarto trimestre de 2004 em relação ao terceiro trimestre, o presidente do BC afirmou que é "uma acomodação natural". Segundo Meirelles, a taxa vinha crescendo ao longo do ano a níveis elevados, tanto que a taxa de investimentos fechada do ano ficou em 10,9%. "Este processo evidentemente não é linear, ele pode ter algumas variações.", disse Meirelles. Para 2005, o presidente do BC espera uma continuidade na expansão do nível de investimento na economia.Por último, ele aproveitou a oportunidade para declarar que tem "total confiança na política fiscal do Brasil". Fez questão de frisar que estava fazendo esta declaração aproveitando o momento em que estava em frente ao Ministério da Fazenda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.