Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

PIB de 4% em 2009 é objetivo do governo, diz Meirelles

Presidente do BC admite que expectativas do mercado são 'sensivelmente menores' que as do governo

Jacqueline Farid, da Agência Estado,

22 de dezembro de 2008 | 15h54

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, comentou nesta segunda-feira, 22, em palestra, as afirmações feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que o governo e a equipe econômica trabalham com crescimento de 4% para o PIB brasileiro em 2009. Segundo Meirelles, a expansão de 4% é um "objetivo" do governo "e nossa expectativa é de que o Brasil cresça acima da média mundial já no ano de 2009".   Veja também: Lula reforça otimismo e prevê crescimento de 4% em 2009 Relatório do BC prevê crescimento de 3,2% do PIB em 2009 Desemprego, a terceira fase da crise financeira global De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise    Meirelles disse que o governo vai mobilizar a sociedade para alcançar o crescimento de 4%, mas admitiu que as expectativas do mercado "são sensivelmente menores", em torno de 2,5% enquanto o FMI prevê 3% e o Banco Central, segundo o Relatório de Inflação divulgado nesta manhã, tem uma estimativa de crescimento de 3,2%. "Mas vamos esperar a evolução das medidas tomadas pelo governo para o crescimento", afirmou.   O presidente do BC, que não quis conceder entrevista após a palestra, destacou os dados do IBGE que mostram até outubro um forte aquecimento da demanda interna e uma grande expansão do PIB até o terceiro trimestre. Meirelles afirmou que "as previsões mais conservadoras dizem que o Brasil vai crescer mais que a média mundial em 2009, não será indolor, haverá uma desaceleração, mas teremos um desempenho melhor do que a média".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.