Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

PIB deve crescer 4% na média de 2009 a 2012, diz Coutinho

Presidente do BNDES crê que investimentos de longo prazo devem ajudar de forma expressiva a atingir estimativa

AE,

24 de agosto de 2009 | 12h53

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, afirmou em palestra para executivos reunidos em evento promovido pelo Instituto Brasileiro de Executivos em Finanças (Ibef), em São Paulo, que o País deverá registrar crescimento médio anual de 4% de 2009 a 2012, levando em consideração que o PIB exibirá uma marca entre zero e 1% ao final deste ano.

 

Para ele, o nível de atividade do País está registrando uma adequada evolução que deve ser superior aos 4% projetados para 2010 na pesquisa Focus do Banco Central. "Acredito que o crescimento em 2010 está mais próximo a 5% do que 4%", comentou. Ele ressaltou que a recuperação da atividade deve elevar o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria para 82% ao final do ano.

 

Segundo Coutinho, os investimentos de longo prazo devem ajudar de forma expressiva para alcançar a média de 4% até 2012. "O barril do petróleo em uma cotação pouco acima de US$ 70 consegue fazer com que a Petrobrás financie os seus investimentos de US$ 174 bilhões nos próximos cinco anos", afirmou. Segundo ele, tal aplicação de recursos pela estatal deve requerer investimentos de US$ 80 bilhões na cadeia produtiva, dado que dois terços dos bens e serviços que devem ser adquiridos pela companhia virão de empresas nacionais.

 

Porém Coutinho afirmou que o Brasil tem um desafio que é ampliar os investimentos de longo prazo a fim de elevar a poupança doméstica ao patamar de 25% do PIB, que será essencial para que o País cresça de 6% a 7% sem causar fortes pressões inflacionárias.

Tudo o que sabemos sobre:
PIB2009Coutinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.