PIB do agronegócio cresce 1,12% no 1º trimestre de 2004

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 1,12% no acumulado do primeiro trimestre do ano. Só o PIB da agricultura cresceu 0,81% e o da pecuária, 0,59%, mostra levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP).A partir desse resultado, as estimativas são que o PIB da pecuária crescerá de R$ 63,39 bilhões em 2003 para R$ 67,23 bilhões em 2004, resultado anualizado considerando os números do primeiro trimestre. A expectativa é de crescimento de 6% neste ano, contra 6,2% em 2003. "O crescimento da pecuária deve manter o ritmo do ano passado", disse o chefe do Departamento Econômico da CNA, Getúlio Pernambuco.No caso da agricultura, transformando a taxa trimestral em anual, chega-se ao valor de R$ 98,20 bilhões, crescimento de 3,6% na comparação com os R$ 94,81 bilhões em 2003. Para a agropecuária, a expansão do PIB primário vai crescer 4,6%, o que projeta resultado de R$ 165,44 bilhões, ante R$ 158,20 bilhões em 2003.Crise chinesaO PIB do agronegócio brasileiro deve fechar o ano em R$ 524,29 bilhões, crescimento de 3,15% em relação aos R$ 508,27 bilhões do ano passado. Pela primeira vez no ano, a CNA revisou para baixo a estimativa para o PIB do agronegócio por conta no problemas no embarque de soja para a China e a quebra na produção agrícola. No começo do ano, a previsão da CNA era de PIB de R$ 541 bilhões, crescimento de 6,5%, mesmo percentual registrado na variação de 2002 para 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.