Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

PIB do Brasil deve crescer 1,5% em 2002, diz Fraga

O presidente do Banco Central, Armínio Fraga, disse que o PIB do Brasil deverá crescer 1,5% em 2002, informou a Dow Jones. Durante seminário promovido pelo Banco Central do México, Fraga afirmou que o déficit em conta corrente do País deverá ficar em US$ 10 bilhões neste ano, o equivalente a algo próximo de 2% do PIB. Em 2001, o Brasil teve um déficit em conta corrente de US$ 23 bilhões. Analistas do mercado vêm prevendo déficits em conta corrente de US$ 11 bilhões em 2002 e US$ 9 bilhões em 2003.Segundo o presidente do BC, o Brasil terá US$ 9 bilhôes em obrigações relacionadas ao serviço da dívida em 2002, o que inclui US$ 5 bilhões em juros e US$ 4 bilhões em amortizações. Fraga também disse que todas as pressões sobre a dívida brasileira estão relacionadas à alta do dólar, que considerou "exagerada". Para ele, a relação dívida/PIB deverá se estabilizar em breve. Ela subiu para 63,9% no fim de setembro, de 58,1% no fim de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.