PIB do EUA no 3º trimestre acelera alta para 3,2% na 2ª estimativa

PIB do EUA no 3º trimestre acelera alta para 3,2% na 2ª estimativa

Crescimento mais forte em dois anos reflete aumento do lucro das empresas

O Estado de S.Paulo

29 Novembro 2016 | 12h04

O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos foi revisado em alta no terceiro trimestre, com um aumento no lucro das empresas, em mais um sinal positivo da maior economia do mundo. A segunda estimativa do dado mostrou um avanço de 3,2% na taxa anualizada do terceiro trimestre, o crescimento mais forte em dois anos no país. Na leitura inicial, a alta havia sido calculada em 2,9% e, nesta terça-feira, analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam revisão mais modesta, para 3,0%.

No segundo trimestre, o PIB anualizado teve avanço mais modesto, de 1,4%. O dado mais recente representa, portanto, uma aceleração no crescimento.

Os números mais recentes do Departamento do Comércio mostram gastos dos consumidores mais fortes, na comparação com a estimativa inicial do governo. Os investimentos do governo, porém, estavam mais fracos que o antes calculado.

O PIB avançou 1,6% no terceiro trimestre na comparação com igual mês do ano passado. No segundo trimestre, esse crescimento na comparação anual havia sido de 1,3%.

Os gastos dos consumidores cresceram 2,8% no terceiro trimestre, na taxa anualizada. Antes, esse avanço havia sido calculado em 2,1%. No segundo trimestre, porém, ele havia sido de +4,3%.

As exportações e os estoques ajudaram a impulsionar o crescimento do PIB no trimestre passado, mas o recuo no investimento em residências foi um freio na economia. O aumento nos gastos federais foi em boa medida compensado pelo recuo nos gastos dos governos municipais e estaduais.

O Departamento do Comércio divulgará outra revisão do PIB no terceiro trimestre em 22 de dezembro. A primeira estimativa do PIB do quarto trimestre sai em 27 de janeiro.

As informações são da Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.