PIB do Japão tem queda mais rápida dos últimos 35 anos

A contração põe em evidência a vulnerabilidade das economias asiáticas, voltadas para a exportação

Associated Press,

15 de fevereiro de 2009 | 21h56

A economia do Japão experimentou a contração mais acelerada dos últimos 35 anos, enquanto o colapso da demanda global atinge a segunda maior economia do mundo.   O PIB japonês caiu num ritmo anual de 12,7% no período de outubro a dezembro de 2008, disse o governo na segunda-feira, 16. Esta é a queda mais acentuada do Produto Interno Bruto japonês desde o choque do petróleo de 1974. Ela é muito mais grave que as quedas de 3,8% dos EUA e de 1,2% da zona do euro.   A contração põe em evidência a vulnerabilidade das economias asiáticas, voltadas à exportação, durante recessões mundiais e indica que mais cortes no emprego, lucro e produção deverão ocorrer nos próximos meses.   O Japão teve seu terceiro trimestre de declínio. O PIB havia caído 1,8% no período julho-setembro. O PIB do quarto trimestre caiu 3,3% em relação ao período anterior e, em 2008, a queda foi de 0,7% - a primeira em nove anos, de acordo com o gabinete de governo. Sem sinais de recuperação no futuro próximo, o Japão agora está em meio à pior crise econômica desde a 2ª Guerra Mundial, dizem analistas.   "Desde outubro, os indicadores econômicos deterioraram-se num ritmo que desafia a intuição", disse o principal economista da Goldman Sachs no Japão, Tetsfumi Yamakawa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.