carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

PIB do Japão tem queda recorde no 1º trimestre de 2009

A economia japonesa sofreu a mais forte contração já registrada pelo país no primeiro trimestre deste ano, pressionada pelo declínio recorde das exportações e pela fraqueza na demanda doméstica, de acordo com dados divulgados pelo governo do Japão. Foi também a primeira vez em que o Japão sofreu quatro contrações trimestrais consecutivas em seu Produto Interno Bruto (PIB).

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 07h34

O PIB do Japão caiu 4% entre os meses de janeiro e março de 2009 ante o quarto trimestre de 2008. Em termos anualizados, a contração foi de 15,2%. Economistas esperavam queda de 4,4% na comparação trimestral e declínio de 16,5% em termos anualizados.

Os dados referentes ao quarto trimestre do ano passado foram revisados em baixa. Segundo o governo japonês, o PIB do país entre os meses de outubro e dezembro de 2008 recuou 3,8% ante o trimestre anterior, ou 14,4% em termos anualizados. Originalmente, havia sido divulgada uma contração de 3,2% do PIB na comparação trimestral e uma queda de 12,1% em termos anualizados.

As exportações de bens e serviços caíram no primeiro trimestre deste ano pelo segundo trimestre consecutivo, registrando queda recorde de 26% em comparação ao quarto trimestre do ano passado. As importações recuaram 15% na mesma base de comparação, após subirem por dois trimestres consecutivos.

Os dados divulgados pelo Japão revelaram uma contração econômica mais acentuada do que a observada nos Estados Unidos e na Europa. A economia norte-americana, por exemplo, teve queda anualizada de 6,1% no primeiro trimestre deste ano, enquanto a da Itália recuou 9,4%. Na Alemanha, o PIB encolheu 14,4%, desempenho mais fraco desde 1970, mas ainda assim melhor que o do Japão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
crisePIBJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.