PIB do Reino Unido no 1º trimestre é revisado em alta

A economia britânica expandiu-se 0,3% no primeiro trimestre em comparação ao quarto trimestre, revisado em alta da estimativa anterior de crescimento de 0,2%, segundo informou o Escritório Nacional de Estatísticas. A revisão em alta reflete melhora do setor de manufatura, embora a modesta aceleração do Produto Interno Bruto (PIB) ilustre a fragilidade da recuperação da economia do país.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

25 de maio de 2010 | 08h56

A produção industrial subiu 1,2% no primeiro trimestre, a mais elevada desde o primeiro trimestre de 2006. Em comparação ao primeiro trimestre de 2009, a economia contraiu 0,2% no primeiro trimestre, a menor queda anual do PIB desde o terceiro trimestre de 2008. A variação anual foi revisada de estimativa anterior de contração de 0,3%. Ambos dados ficaram em linha com as previsões dos economistas.

Apesar de os números terem sido revistos em alta, os desafios para a economia britânica são imensos. O economista do BNP Paribas Alan Clarke observou que os estoques, os investimentos e o consumo do governo foram os principais fatores sustentando o crescimento do primeiro trimestre e que apenas os investimentos devem continuar dando suporte à economia.

Os dados do PIB mostraram que os gastos com consumo ficaram estáveis no primeiro trimestre, desacelerando de aumento de 0,4% no trimestre outubro-dezembro e 0,5% abaixo do primeiro trimestre de 2009. Esses números continuaram escondendo a contribuição para a atividade dos gastos do governo, os quais subiram 0,5% no primeiro trimestre e 3,1% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

Um dado positivo foi o de formação bruta de capital fixo - medida dos investimentos públicos e privados no setor imobiliário e de equipamentos -, que subiu 1,5%, a maior alta desde o terceiro trimestre do ano passado. O deflator do PIB - um indicador de inflação - subiu 1,7% no trimestre, a maior alta trimestral desde o segundo trimestre de 1996, e 3,6% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, a mais alta desde o terceiro trimestre de 2006. A produção do setor de serviços subiu 0,2% no primeiro trimestre, dado não revisado de estimativa anterior, mas mais fraco do que o crescimento de 0,5% no quarto trimestre do ano passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoPIBrevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.