PIB do Reino Unido tem pior queda anual em 60 anos

Economia britânica registra contração de 4,9% no 1º trimestre deste ano, 0,8 ponto acima do previsto

Cynthia Decloedt e Nathália Ferreira, da Agência Estado,

30 de junho de 2009 | 08h52

A economia do Reino Unido registrou seu pior desempenho anual em cerca de 60 anos durante o primeiro trimestre de 2009, sugerindo que a recessão britânica tem sido mais profunda do que previsto anteriormente, informou nesta terça-feira, 30, o Escritório Nacional de Estatísticas em sua revisão do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

 

No período de janeiro a março deste ano, o PIB do Reino Unido registrou contração de 4,9% em relação a igual período do ano passado, na maior queda desde o início dos registros, em 1948. Em comparação ao quarto trimestre do ano passado, o PIB encolheu 2,4%, o mais profundo declínio desde o segundo trimestre de 1958. Economistas esperavam revisão menor dos números. Para os analistas consultados, o PIB cairia 2,2% em base trimestral e 4,4% em base anual.

 

O escritório de estatísticas britânico havia informado anteriormente contração de 1,9% do PIB no primeiro trimestre em comparação ao quarto trimestre e de 4,1% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Segundo os dados, a revisão em baixa reflete queda na produção do setor de construção civil superior à calculada anteriormente e também no setor de serviços.

 

Economistas ponderaram que embora os números do primeiro trimestre tenham sido ruins, outros indicadores divulgados mostraram aumento na confiança do consumidor e melhora do sentimento no mercado imobiliário, sugerindo que "as perspectivas para a economia do Reino Unido estão avançando significativamente".

 

Os números de 2008 também foram revisados. O escritório de estatísticas disse que a economia britânica registrou contração de 0,1% no segundo trimestre do ano passado e não ficou estável, como o calculado anteriormente. Isto significa que a recessão no Reino Unido foi iniciada em abril de 2008. É a primeira vez que a economia britânica registra contração por quatro trimestres seguidos desde 1991.

 

Zona do euro

 

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro (16 países europeus que compartilham a moeda) caiu 0,1% em junho deste ano ante igual mês do ano passado, o que representa o primeiro declínio da inflação ao consumidor em base anual desde que os registros começaram, em janeiro de 1997, informou a agência de estatísticas Eurostat. No mês passado, o CPI anual ficou estável.

Tudo o que sabemos sobre:
crise financeiraPIBReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.