seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

PIB dos Brics dá sinais de melhora no 1º tri

O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de Brasil, Índia e África do Sul ganhou força no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto China e Rússia tiveram desaceleração. No entanto, mesmo nas economias dos Brics onde o desempenho melhorou, detalhes dos dados indicam que a crise global continua impondo obstáculos à atividade econômica.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

31 de maio de 2013 | 15h53

A Índia divulgou nesta sexta-feira que sua economia cresceu 4,8% entre janeiro e março, em comparação com o mesmo período de 2012, ligeiramente mais do que o avanço anual de 4,7% registrado nos três últimos meses do ano passado. Porém, considerando os números de todo o ano fiscal encerrado em março, o resultado mostra uma expansão de 5,0% - o ritmo mais fraco de crescimento da economia indiana em uma década e muito menor do que a expansão anual de mais de 9,0% vista alguns anos atrás.

Uma releitura similar pode ser feita sobre os dados referentes ao PIB da África do Sul, que cresceu 1,9% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, mais forte do que a expansão anual de 1,0% registrada no fim de 2012. Na comparação com os três últimos meses do ano passado, porém, a economia sul-africana teve crescimento de apenas 0,9% no início deste ano, o menor desde a recessão de 2009.

Na Rússia houve desaceleração no PIB para +1,6% na comparação anual no primeiro trimestre, depois da expansão de 2,1% registrada no quarto trimestre de 2012. Apesar de ter superado a estimativa de crescimento de 1,1%, o resultado também foi o pior desde 2009. No ano anterior havia começado nos EUA a crise financeira global, que provocaria estragos em diversas partes do mundo.

O crescimento mais forte entre os Brics - combinada com a desaceleração mais preocupante - ocorreu na China. O PIB do país, segunda maior economia do mundo, subiu 7,7% no primeiro trimestre ante o mesmo período de 2012, menos do que o avanço de 7,9% registrado no quarto trimestre do ano passado sob a mesma base de comparação.

No Brasil, dados divulgados nesta semana pelo IBGE mostraram que o PIB do Brasil cresceu 1,9% no primeiro trimestre em base anual, uma aceleração em relação à expansão de 1,4% registrada no fim do ano passado. Porém, ao comparar o crescimento brasileiro em base trimestral com o de outros países dos Brics, o avanço de 0,6% foi menor do que o crescimento de 0,9% da África do Sul e de 1,6% da China.

Tudo o que sabemos sobre:
BRICSPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.