carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

PIB dos EUA cresce 1,9%, acima do esperado

A economia dos EUA cresceu no primeiro trimestre mais do que o Departamento do Comércio estimou anteriormente, mas um pouco menos do que previam os economistas de Wall Street. Segundo a primeira revisão feita pelo Departamento ao dado, o PIB registrou expansão de 1,9%, em termos anuais, nos três primeiros meses do ano, acima do crescimento de 1,4% obtido no quarto trimestre. Na primeira avaliação do PIB, o departamento havia calculado expansão de 1,4% da economia.Economistas esperavam que o PIB fosse revisado para crescimento de 2% no primeiro trimestre. O ritmo de crescimento da economia do país ainda está longe da média de 3,2%, a qual economistas acreditam ser necessária para reativar o mercado de trabalho.Gastos dos consumidores aumentam 2%O relatório mostra que os gastos dos consumidores subiram no período mais do que o Departamento do Trabalho acreditava, à média anual de 2%. Anteriormente, estimou-se alta de 1,4% nos gastos. No quarto trimestre de 2002, avançaram 1,7%. Os gastos dos consumidores respondem por dois terços da atividade econômica. Os gastos com bens duráveis, ou ítens com perspectiva de durabilidade superior a três anos, caíram pelo segundo trimestre consecutivo, em 1,8%, após retração de 8,2% no quarto trimestre do ano passado. Os gastos com bens não-duráveis subiram 6,4% no primeiro trimestre.Investimentos das empresas caíram 4,8%O relatório do Departamento do Comércio dos EUA, sobre a primeira revisão do PIB do primeiro trimestre, identificou queda nos investimentos das empresas de 4,8%, após alta de 2,3% no quarto trimestre. A alta nos investimentos do quarto trimestre havia sido a primeira registrada em dois anos. Dentro da categoria, os investimentos em computadores e equipamentos caíram 6,3% no primeiro trimestre, pela primeira vez após três trimestres consecutivos de alta. Os investimentos em estruturas subiram 0,4% no período, pela primeira vez em seis trimestres. A queda nos investimentos resultou em acúmulo maior nos estoques, os quais subiram a US$ 13,2 bilhões no primeiro trimestre, revisado de US$ 12,8 bilhões. No quarto trimestre, os estoques estavam em US$ 25,8 bilhões. Índice de preços para consumo pessoal subiu 2,7%O índice de preços para consumo pessoal subiu à média de 2,7% no primeiro trimestre, de alta de 1,8% no quarto trimestre, informa o relatório. Anteriormente, o departamento havia informado alta à média anual de 2,8% no primeiro trimestre. Este índice é acompanhado pelo Fed para avaliar a tendência dos preços.Lucro das empresas cresceu 2,5%O lucro das empresas norte-americanas após o pagamento de impostos cresceu 2,5% no primeiro trimestre do ano, ante o quarto trimestre. Na comparação com o primeiro trimestre de 2002, o crescimento foi de 10,9%. O lucro antes do pagamento de impostos cresceu 3,5% no primeiro trimestre, ante o trimestre anterior. Na comparação anualizada, a expansão foi de 12,5%.

Agencia Estado,

29 de maio de 2003 | 10h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.