PIB dos EUA cresce 3,7% no 3º trimestre, abaixo do previsto

A economia norte-americana cresceu no terceiro trimestre mais do que no período anterior, mas abaixo do que os economistas esperavam. De acordo com a primeira prévia do Departamento do Comércio, o PIB cresceu à taxa anualizada de 3,7% no trimestre entre julho a setembro, depois de registrar expansão de 3,3% no segundo trimestre. No primeiro trimestre, o crescimento foi de 4,5%. Analistas esperavam expansão de 4,3% no terceiro trimestre. Os indicadores de inflação que compõem o PIB mostraram abrupta desaceleração. O índice de preços do governo para consumo pessoal, considerado um importante indicador de inflação, subiu 1,1% no terceiro trimestre, depois de elevação de 3,1% no segundo trimestre. O índice de preço para compras brutas domésticas, que avalia os preços pagos pelos residentes norte-americanos, avançou 1,8% no terceiro trimestre, de alta de 3,5% no segundo trimestre. Os gastos com consumo, que respondem por cerca de dois terços do PIB, subiram 4,6% no terceiro trimestre, superando a elevação de 1,6% verificada no trimestre anterior. Os investimentos das empresas cresceram 8,5% no terceiro trimestre, depois de subirem 13,9% no segundo trimestre. Os estoques das empresas caíram US$ 13 bilhões no terceiro trimestre, de alta de US$ 21,1 bilhões no segundo trimestre. A queda nos estoques retirou 0,48 ponto percentual do crescimento do PIB. As exportações subiram 5,1% no período e as importações avançaram 7,7%. As importações subtraíram 1,13 ponto percentual do PIB. Os investimentos do governo federal cresceram 4,6% no terceiro trimestre, de alta de 2,7% no trimestre anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.