PIB dos EUA cresce mais que o esperado no terceiro trimestre

Economia americana cresceu a uma taxa anual de 3,5% com recuo do déficit comercial e um salto nos gastos com defesa

REUTERS

30 de outubro de 2014 | 10h51

Um déficit comercial menor e um salto nos gastos com defesa sustentaram o crescimento econômico dos Estados Unidos no terceiro trimestre, mas outros detalhes do relatório divulgado nesta quinta-feira, 30, indicaram certa perda de ímpeto na atividade.

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu a uma taxa anual de 3,5%, informou o Departamento do Comércio nesta quinta-feira, superando a expectativa de economistas de 3%. Se fosse calculado pela mesma metodologia do PIB brasileiro, o PIB americano teria crescido 0,8637% no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre.

O déficit comercial menor refletiu uma queda nas importações, que caíram no ritmo mais rápido desde o quarto trimestre de 2012. Isso foi atribuído principalmente à queda nas importações de petróleo.

O comércio contribuiu com 1,32 ponto porcentual ao crescimento.Os gastos do governo também foram um impulso, com gastos com defesa crescendo no ritmo mais rápido desde o segundo trimestre de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
pibeua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.