Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

PIB dos EUA recua 1% no 2º tri

O Departamento de Comércio dos EUA informou ontem que o Produto Interno Bruto (PIB) encolheu 1% no segundo trimestre, em relação primeiro. Os dados superaram as expectativas de economistas, que apostavam em uma revisão negativa nos dados divulgados inicialmente no fim de julho. No ano, a redução do PIB foi de 6,4%.Em outra notícia considerada não tão ruim para o governo, o total de trabalhadores que buscou benefícios para desempregados diminuiu em 10 mil, para 570 mil, na menor taxa desde abril deste ano. Já o preço das casas se elevou nas principais cidades americanas, em possível retomada do consumo.Os resultados indicam que a economia americana aos poucos supera a crise e sai da recessão, ainda que o processo, segundo o próprio governo, deva ser lento. "O desempenho melhor que o esperado no segundo trimestre indica que a economia começa a se estabilizar", disse a subsecretária de Comércio para Assuntos Econômicos, Rebecca Blank. As iniciativas do governo frearam ''a pior queda da economia em gerações, mas nós ainda não superamos todas as dificuldades"."Os desafios econômicos do país são resultados de anos de problemas adiados. No entanto, com cada dólar que gastamos em projetos que começamos, ficamos um pouco mais próximos (de sair da recessão)'', comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.