PIB indica continuidade da recuperação, diz Tombini

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, disse em nota nesta sexta-feira que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, que avançou 0,6% no período, indica continuidade da recuperação da atividade econômica neste segundo semestre e intensificação da expansão em 2013. "A indústria e a agropecuária, em certa medida, mostraram reação aos estímulos introduzidos na economia, e a estabilidade do setor de serviços refletiu eventos que tendem a não se repetir", comentou na nota, sem detalhar quais seriam esses eventos.

CÉLIA FROUFE E EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

30 de novembro de 2012 | 13h26

De acordo com Tombini, a demanda doméstica continuou sendo o principal suporte da economia, com o consumo das famílias sendo estimulado pela expansão moderada do crédito, pela geração de empregos e de renda. Por outro lado, salientou, a lenta recuperação da confiança contribuiu para que, até o momento, os investimentos ainda não mostrem reação aos estímulos introduzidos na economia.

Para o presidente do BC, os "sólidos fundamentos" e um "mercado interno robusto" constituem um diferencial da economia brasileira. "Dessa forma, mesmo diante de um ainda complexo ambiente internacional, as perspectivas apontam intensificação do ritmo de atividade no próximo ano", considerou.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBIBGE3º trimestreTombini

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.