PIB pode subir mais de 5% no ano, admite Furlan

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse hoje que o crescimento de 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre, em relação ao mesmo período do ano passado, indica que a economia do País poderá crescer este ano acima dos 5%. Na avaliação do ministro, o importante agora é trabalhar os investimentos para que esse crescimento seja garantido por mais tempo."O grande esforço agora é acelerar investimentos em infra-estrutura e produção, evitando que haja um choque de demanda não correspondido pela oferta", afirmou o ministro, ao deixar o seminário "Potencial Competitivo para o Desenvolvimento - A Experiência Brasileira, organizado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad).Sobre a importância de investimentos em infra-estrutura, o ministro destacou a área de energia elétrica onde, segundo ele, os investimentos não têm efeito imediato e precisam ser incentivados neste momento para que o Brasil não venha a ter problemas a partir de 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.