PIB preliminar da zona do euro sobe 0,3% no 4º trimestre

Resultado veio acima do esperado por economistas e indica lenta recuperação do bloco; PIB da região encolheu 0,4% em 2013

Agência Estado

14 de fevereiro de 2014 | 09h09

FRANKFURT - A economia da zona do euro teve desempenho mais forte que o esperado no último trimestre de 2013, sugerindo que o bloco está se recuperando lentamente após recessões que impulsionaram o desemprego a níveis recordes e causaram forte desaceleração no sul da Europa.

Dados publicados nesta sexta-feira pela Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia, mostram que o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,3% no quarto trimestre do ano passado ante o trimestre anterior. Analistas consultados pela Dow Jones Newswires previam alta menor do resultado trimestral, de 0,2%. Na comparação anual, o PIB do bloco avançou 0,5% no quarto trimestre, em linha com o esperado.

Em todo o ano de 2013, no entanto, o PIB da zona do euro encolheu 0,4%. Em base anualizada, o PIB do bloco cresceu 1,1% no quarto trimestre, expandindo-se pelo terceiro trimestre consecutivo.

Portugal. O PIB de Portugal cresceu 0,5% no quarto trimestre de 2013 ante os três anteriores, segundo dados preliminares divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INA). Na comparação anual, o PIB português avançou 1,6% entre outubro e dezembro.

Itália. O PIB da Itália cresceu 0,1% no quarto trimestre de 2013 ante os três anteriores, segundo dados preliminares divulgados hoje pelo Istat, o instituto de estatísticas do país. Esse foi o primeiro ganho trimestral registrado no país desde 2011. Na comparação anual, o PIB italiano recuou 0,8% entre outubro e dezembro. Os números vieram em linha com a previsão de analistas consultados pela Dow Jones Newswires.

Alemanha. A Alemanha anunciou um crescimento ajustado de 0,4% no quarto trimestre, na comparação com o trimestre imediatamente anterior. Com isso, o PIB se acelera sobre o crescimento de 0,3% no terceiro trimestre. O número veio ligeiramente acima das estimativas, que apontavam para crescimento de 0,3% no último trimestre de 2013, informou a agência de estatísticas Destatis.

Na comparação anual, o PIB da Alemanha cresceu 1,4% entre outubro e dezembro, acima do 0,6% registrado no terceiro trimestre. Analistas consultados pela Dow Jones Newswires projetavam um ganho de 1,4% na passagem anual.

França. A economia francesa voltou a crescer no último trimestre, representando um alívio para o presidente francês, François Hollande, após a recuperação ter estagnado no trimestre anterior.

O PIB francês avançou 0,8% no quarto trimestre de 2013, na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, informou a agência de estatística francesa Insee. O resultado ficou ligeiramente acima das previsões dos analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam crescimento de 0,7%.

No quarto trimestre, o PIB cresceu 0,3% em comparação com o trimestre anterior, em linha com as estimativas. O aumento dos investimentos, após sete meses consecutivos de contração, foi determinante para o desempenho positivo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.