carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

PIB será fraco no segundo trimestre, prevê Ipea

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), órgão do Ministério do Planejamento, prevê um PIB fraco no segundo trimestre deste ano. "A renda das pessoas está em queda e os juros continuam elevados", disse o coordenador do grupo de conjuntura do Ipea, Paulo Levy. Mas ele está trabalhando com a perspectiva de melhoria no ritmo econômico a partir do segundo semestre.Conforme projeções do economista do órgão, Eustáquio Reis, o Brasil poderá chegar em 2007 com o PIB registrando expansão de 5,5%. A projeção foi encaminhada pelo economista ao FMI. Pelas projeções do Ipea, o Brasil registrará em 2002 expansão do PIB de 1,8%, que deverá subir para 2,8% em 2004, 3,9% em 2005, 4,8% em 2006 e os 5,5% em 2007.Juros e dólarO Ipea também prevê uma queda mais rápida dos juros por causa da baixa do dólar. Em março, o instituto previa que os juros ficariam em 26,5% nesse segundo trimestre do ano, caindo para 25% no terceiro trimestre e para 23,5% nos últimos três meses do ano. "Agora já acreditamos que os juros podem ficar abaixo desse patamar", disse Levy.Isso basicamente porque o dólar registrou queda expressiva nos últimos dois meses. "A nossa projeção era da cotação do dólar em torno de R$ 3,50. Como a cotação atual está próxima a R$ 3,00 há espaço para mais redução dos juros", disse.

Agencia Estado,

29 de maio de 2003 | 17h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.