Pilotos repudiam contrato de fusão entre Varig e TAM

A Associação de Pilotos da Varig (APVAR) divulgou nota de repúdio pela aprovação, no sábado, do contrato que dará início ao processo de fusão da companhia com a TAM. Segundo a nota, a decisão tomada ontem pelo Colégio Deliberante da Fundação Ruben Berta, controladora da Varig, é "inócua juridicamente e nenhum efeito produz, haja visto a existência de liminar deferida pela Justiça Federal do Rio Grande do Sul, que proibiu expressamente a deliberação desta assembléia". Os advogados da Varig deverão recorrer nesta segunda-feira contra a liminar concedida na sexta-feira à Apvar pela Justiça do Rio Grande do Sul, impedindo qualquer iniciativa para a criação de uma nova empresa que unirá a Varig e a TAM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.